Fórum Grita Baixada

Por uma Cultura de Vida
pattern.jpg
pattern.jpg

Às vésperas da intervenção

>>> FGB participa da abertura da Campanha da Fraternidade 2018

Com o tema “Superação da Violência”, evento, que aconteceu na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, traz dezenas de paróquias do Estado do Rio. Arcebispo do Rio, cadeal Dom Orani Tempesta, pede por dignidade da vida das pessoas.

pattern.jpg

Fórum Grita Baixada + Rio On Watch 

>>> Encontro de formação para a CF 2018 

Realizado pela Diocese de Nova Iguaçu, encontro de formação contou com as falas do ex-deputado estadual e economista Robson Leite, do deputado federal Alessandro Molon, e do educador e sociólogo Tobias Tomine Farias. 

Nova Iguaçu 

>>> Agenda cheia em Lagoinha para a educação

Articuladora territorial Lorene Maia se reúne com representantes do núcleo. Programação vai incluir desde cine debate, piquenique cartográfico até evento para as mulheres da comunidade em março.    

 

Belford Roxo  

>>> Apostando cada vez mais na educação popular

FGB participa de planejamento estratégico de pré-vestibular comunitário da paróquia de Bom Pastor. Professores demonstraram preocupação em relação ao retrocesso de direitos básicos individuais do governo Temer. 

Violência na Baixada Fluminense

>>> Documentário com apoio do FGB quase pronto 

Com previsão de lançamento para o final de março de 2018, documentário Nossos Mortos Têm Voz, traz depoimentos de um grupo de mães da Baixada que tiveram seus filhos assassinados.  

Análise de conjuntura

>>> As impressões de um Estado fascista

Convidado pelo Centro de Direitos Humanos de Nova Iguaçu, deputado federal Wadih Damous avaliou a situação política do país em reunião que contou com a participação do Fórum Grita Baixada e outros representantes da sociedade civil.

Entrevista do mês: Jefferson Barbosa

>>> “Ser jovem da periferia é resistir a sua existência”

O ativista e estudante de jornalismo de Duque de Caxias, de apenas 21 anos, analisa o engajamento da juventude na política e diz que é preciso abandonar as polaridades partidárias. Segundo ele, nem Marx, nem Bolsonaro são as soluções.